2.6.10

Tenho saudades tuas...

Trinta e um graus. Sufocantes, peganhentos. Hoje não corre uma brisa de vento, onde, por hábito, este enfuna as velas ao máximo dos barcos que por ali passam. Nem com essa ajuda conto hoje. Vejo gente nas esplanadas por onde passo, junto ao rio, de havaiana no pé, calções e mini-saias. Gente a caminho da praia. Não te conheço, mas é como se te conhecesse desde sempre. Tenho saudades tuas…

1 comentário:

Jaqueline disse...

Aqui estou de alma aberta abrançando algo que não vejo pensando no que penso...Um dia aqui estiveste e não mais te vi,voltaste novamente mas novamente te perdi...
Não sei quem és ou o que pretendes ser, mas deixa ser o que fostes para que eu possa conhecer...Sabes que és tu e que estas palavras te dedico ainda quero e de um último querer não abdico. Se não mais queres voltar diz-me antes do ir para que eu me despeça num derradeiro sorrir...Serei louca? Talvez...É a minha maneira de expressar,sei que me ouves ,responde então sem mais tardar...saudade!